Pesquisa no Google

 
bove=""

 

Rádio Web

RaxaKuka

Resumo de Notícias

PM PREPARADA AGE NO MOMENTO CERTO DEFENDENDO A SOCIEDADE.

13 Maio 2018
PM PREPARADA AGE NO MOMENTO CERTO DEFENDENDO A SOCIEDADE.

PM que matou ladrão na porta da escola em Suzano é homenageada: 'Pensei apenas em defender as mães, as crianças' Policial tinha ido participar de comemoração do Dia das Mães...

A SAÚDE HUMANIZADA EM SJE - PARTE 3

10 Outubro 2013
A SAÚDE HUMANIZADA EM SJE - PARTE 3

       SAÚDE HUMANIZADA EM SÃO JOSÉ DO EGITO   Ontem, 30/09/2013, eu e minha esposa fomos ao hospital municipal de São José do Egito, levar minha gatinha Maria...

INTERNET PARA TODOS

22 Abril 2018
INTERNET PARA TODOS

VEJA ABAIXO QUANTO SEU MUNICÍPIO VAI RECEBER E COBRE DO PREFEITO ESSES RECURSOS PARA TER UM INTERNET GRATUITA E DE QUALIDADE...EM DESTAQUE DE AMARELO.   8 de Março de 2018...

 

globo

Previsão do Tempo

Curta No facebook

Login

PM PREPARADA AGE NO MOMENTO CERTO DEFENDENDO A SOCIEDADE.

PM PREPARADA AGE NO MOMENTO CERTO DEFENDENDO A SOCIEDADE.

PM que matou ladrão na porta da escola em Suzano é homenageada: 'Pensei...

INTERNET PARA TODOS

INTERNET PARA TODOS

VEJA ABAIXO QUANTO SEU MUNICÍPIO VAI RECEBER E COBRE DO PREFEITO ESSES RECURSOS PARA...

TERCEIRIZADA ATRASA SALÁRIO EM SJE.

EMPRESA NA CONTRA MÃO DA LEGISLAÇÃO: "MAIS RESPEITO COM AQUELE...

MODELO BRASILEIRO DE SEGURANÇA ESTÁ FALIDO

MODELO BRASILEIRO DE SEGURANÇA ESTÁ FALIDO

  Alba Zaluar antropóloga e pesquisadora...

VALEU O VOTO? UMA ANÁLISE NUMÉRICA CÂMARA DE SÃO JOSÉ DO EGITO

VALEU O VOTO? UMA ANÁLISE NUMÉRICA CÂMARA DE SÃO JOSÉ DO EGITO

Fonte: foto da net. "Acima de tudo, os vereadores servem para...

 

Alba Zaluar

Alba Zaluar


antropóloga e pesquisadora visitante do Instituto de Estudos Sociais e Políticos da Uerj


antropóloga e pesquisadora visitante do Instituto de Estudos Sociais e Políticos da Uerj

A INTERVENÇÃO FEDERAL É A SAÍDA PARA A SITUAÇÃO DO RIO?

Não, a intervenção federal tem poucos efeitos positivos na situação do Rio de Janeiro, o principal deles aumentar a sensação de segurança da população, visto que a presença de soldados e tanques dá a impressão de que estão protegidos. Mas segurança não é sensação. É diminuição de taxas de crimes, é vidas sendo salvas, é melhorar a gestão cotidiana dos órgãos de segurança que inclui polícias Civil, Militar, Rodoviária, Guarda Municipal, sistema penitenciário. Justamente nesse item, que vai além da tática repressiva ou de guerra, as Forças Armadas não têm quadros para enfrentar os desafios cotidianos e as tarefas rotineiras tão variadas, envolvendo dezenas de milhares de membros. Só a PMRJ tem cerca de 50.000 policiais militares trabalhando nela. Outras situações vividas no Rio, por GLO, tiveram ganhos pífios em matéria de diminuir os crimes e não deixaram legado nenhum. Depois que iam embora, a situação de domínio territorial por comandos de traficantes, sempre em conflito entre eles, agora com a participação ativa e notória do PCC, voltava à mesma.

José Vicente da Silva

José Vicente da Silva


coronel e ex-secretário nacional de Segurança

A INTERVENÇÃO FEDERAL É A SAÍDA PARA A SITUAÇÃO DO RIO?

É a saída, sim, porque todas as medidas anteriores, todo o aparato que se desenvolveu nos últimos 2, 3 anos, mostrou que não funciona. E por quê? Porque o contexto de segurança do Rio se agravou sensivelmente. Eu tenho que mudar a medicação, e o tratamento recomendado é um tratamento amargo, a intervenção.

QUAL A SOLUÇÃO PARA A QUESTÃO DA SEGURANÇA PÚBLICA DO PAÍS, JÁ QUE ESSA SITUAÇÃO NÃO É EXCLUSIVIDADE DO RIO DE JANEIRO?

A solução para a segurança pública chama-se prioridade. Enquanto não se der prioridade, não serão carreados recursos para resolver os problemas. A prioridade deveria estar sendo dada porque, nos últimos dez anos, morreram violentamente 1 milhão de brasileiros, 40% no trânsito e 600 mil matados pelos seus colegas brasileiros. Isso custou ao país R$ 1 trilhão. O custo da violência no país é de quase R$ 1 bilhão por dia. Se isso não for dado suficiente pra dar alarme e acender a prioridade, é difícil saber o que poderia fazer. Nada vai funcionar em termos de melhorar a segurança do país se não for dada prioridade pra essa questão na agenda dos governantes.

 

Fonte G1http://especiais.g1.globo.com/monitor-da-violencia/2018/intervencao-no-rio-de-janeiro/

 

Fernando Cunha  19/02/2018 - Recife PE

 

Submit to DeliciousSubmit to DiggSubmit to FacebookSubmit to Google BookmarksSubmit to StumbleuponSubmit to TechnoratiSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar